ADMIRÁVEL GADO NOVO

Estamos diante de um momento de grave crise de valores, quando direitos humanos e liberdade não mais passam de retórica e revela-se a falácia democrática.


Instante em que uma população economicamente emergente  inerme, cativa, gorda, qual rebanho cevado a farelo, troca de bom grado o direito de pensar e opinar pelos prazeres do consumo e pelas ilusões da mídia.

Um momento perigoso, no qual, para aqueles cuja consciência e capacidade de raciocínio foram preservados,  a resistência violenta e o terror contra as instituições fascistas travestidas de democráticas, se apresenta como a única resposta viável, já efetivada em abundantes e recentes eventos que a mídia omite, sob o velho protocolo “need to know basis”.

Antes que a fatídica situação de conflito se instale em definitivo, aqueles aos quais ainda resta discernimento devem se manifestar pacificamente, a princípio, sempre num esforço de adiar ao máximo o inevitável confronto.

KDF